LIBIDO MASCULINA

A libido (desejo sexual) é um estado subjetivo, ainda pouco entendida pela ciência, e regulada basicamente por centros nervosos cerebrais, que controlam as sensações (olfato, gustação, tato e audição), sentimentos e fatores sociais. O urologista Prof. Dr. Sami Arap esclarece que alguns hormônios, principalmente a testosterona, agem como fatores moduladores no controle da libido.

Isoladamente, alterações hormonais não costumam provocar grandes mudanças no interesse sexual. Já os distúrbios da tireoide (hipertireoidismo), ocasionalmente, provocam o aumento do impulso erótico (tanto no homem como na mulher). No hipotireoidismo, acontece o contrário. Ocorre a diminuição da libido.

Com o envelhecimento do homem, a libido tende a diminuir por fatores múltiplos, mas, principalmente, pela queda da função testicular e consequente diminuição dos níveis sanguíneos de testosterona (hormônio masculino). Outros fatores envolvidos seriam as alterações do próprio sistema nervoso central e periférico, típicos do declínio biológico do avançar da idade e não relacionados a doenças específicas.

O psiquiatra Ph.D. Prof. Dr. Marco Marcolin defende que as causas psicológicas são as mais frequentes causadoras de variação do desejo sexual. A libido é, em última análise, a vontade, a motivação e o interesse pelo relacionamento sexual, pelo prazer.  Como uma pessoa em estado de depressão e que está desmotivada para a vida, pode estar motivada para o sexo? O aparelho genital e o hormonal podem estar perfeitos, porém, se o psiquismo não está bom, deixam de ser acionados. Portanto, muitas situações psíquicas alteram a libido de várias formas.  É comum a perda de libido nas depressões e na esquizofrenia.

Contrário disso, nos quadros de mania e hipomania do transtorno bipolar do humor é comum observar-se um aumento da libido (em ambos os sexos).

O tratamento dos distúrbios da libido depende do fator causal e, na maioria das vezes, implica abordagem psicoterapêutica. Em casos específicos, a reposição hormonal pode trazer melhora clínica. Embora controverso, o uso de hidroclorato de Yohimbina, alcalóide natural extraído de uma planta, parece ter efeito positivo sobre a libido.

Matéria relacionada: A libido da mulher

Clique no link e leia mais artigos na categoria de UROLOGIA e PSIQUIATRIA

Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial deste artigo e/ou imagem sem citar a fonte com o link ativo. Direitos autorais protegidos pela lei.