Zum zum zum... quem aguenta dormir com isso? Esses pequenos “vampiros” surgem com uma melodia totalmente irritante prontos para nos atacar. O zumbido que escutamos são suas asinhas batendo em uma velocidade de até 300 vezes por segundo. Mas são elas, mosquitos-pernilongos fêmeas, que querem nos sulgar. Cientificamente conhecidos como Culex, os pernilongos tem uma vida média de 3 meses. O macho, porém, pode morrer bem antes. Após procriar, ele permanece colado à fêmea pelo seu esperma evitando, desta forma, que seus rivais se aproximem. Mas o feitiço vira contra o feiticeiro. A fêmea para se livrar do macho o devora inteirinho, poupando apenas seu órgão genital que exerce a função de “rolha” para impedir que outro pernilongo a penetre. E a “pernilonga” cruela não para por aí.  Agora se prepare que é nossa vez de sofrer o ataque. Ela quer nosso sangue para irrigar seus ovários e colocar cerca de 100 a 200 ovos em água parada. Após 3 dias, nascem os bebês pernilongos. E pior, graças ao nosso sangue!

Quantas vezes podemos ser picados por um mesmo pernilongo?
Várias. Se você se movimentou durante a picada, o pernilongo-fêmea pode não ter conseguido sugar todo o sangue que necessita e voltará a te picar. Mas se ela se sentir satisfeita, se afastará em algum um cantinho até completar a digestão que dura, em média, 45 minutos. Neste tempo irá acumular energia para voar até um lugar de água parada pra botar seus ovos. O pernilongo-macho não pica. Ele se alimenta do açúcar presente no néctar e na seiva das plantas.

Para ficarmos livres da mordida do pernilongo de uma só vez, qual é o tempo que ele necessita para sugar nosso sangue e sentir-se satisfeito?
Ela precisa absorver em média, duas a três vezes do próprio peso em sangue para estar satisfeita. Isso demora cerca de 90 segundos de “trabalho”, ou seja 1 minuto e 30 segundos, o que não significa que te isenta de tentativas em outros locais do seu corpo.

Qual o lugar preferido para a picada?
Podemos ser picados pelo corpo inteiro. Mas os pernilongos buscam partes do corpo desprotegidas, finas, vascularizadas e quentes por serem mais fáceis. Se quiser se livrar de picadas nos pés, por exemplo, coloque meias.

Por que algumas pessoas são mais picadas do que outras?
São várias as hipóteses. A primeira delas é que esses pequenos vampiros são atraídos por corpos mais quentes e que liberam mais dióxido de carbono e ácido lático:
• O ácido lático está presente no nosso suor, portanto exercícios ao ar livre se tornam um verdadeiro chamariz para a Dona pernilonga.
• Também, pessoas com o metabolismo mais acelerado produzem e liberam maior quantidade de ácido lático.
• Estudos recentes comprovaram que mulheres grávidas costumam ser mais atacadas. Isso porque na gestação, elas emitem mais calor e liberam mais dióxido de carbono (gás carbônico eliminado na respiração).
Pessoas de maior porte também liberam maior quantidade de gás carbônico na respiração.
• O tipo sanguíneo parece estar presente no cardápio. Pesquisadores concluíram que nossas inimigas tem preferência por pessoas com sangue tipo O.  Quem tem sangue tipo A costuma ser menos propensa aos ataques. 
Portanto, percebe-se que é um conjunto de fatores que faz com que você seja ou o alvo preferido ou o poupado.

Por que os pernilongos aparecem mais no clima quente do que no frio?
A temperatura ideal para a sobrevivência e bem-estar dos pernilongos varia de 26ºC a 28ºC. No clima muito quente, acima de 42º, eles morrem. E abaixo de 18ºC, hibernam. Quer se livrar deles? Ligue o ar-condicionado bem frio! O vento também o espanta.

Pernilongos enxergam no escuro ou atacam pelo nosso cheiro?
Os pernilongos conseguem rastrear seu alvo preferido pelo olfato até 30 metros de distância. Seu deslocamento chega alcançar 2,5 quilômetros em qualquer sentido (por isso, mesmo em andares alto, podemos encontrá-los).
• Seus olhos são formados por milhares de minúsculas lentes sendo extremamente sensíveis à luz. Se adaptam melhor no escuro, pois locais com interferências de reflexos luminosos, atrapalham sua visão. 
• Enxergam por diversos ângulos por uma espécie de “onda infravermelho”. Portanto, quartos escuros e menos coloridos facilitam o ataque.
• Pessoas com pele clara também são mais facilmente identificadas na escuridão, já que a pele clara tem maior luminosidade e na escuro não existe interferência de outros reflexos luminosos.
• Porém, eles têm capacidade de reacomodar a visão. É por este motivo que quando acendemos a luz, se fixam em algum canto para se adaptarem ao novo ambiente e voltarem a voar. Se você conseguir mata-lo saberá se já está alimentado pela quantidade de sangue que ficar na parede.
• Tentar espantar o pernilongo abanando a mão no escuro só o ajudará a te encontrar mais facilmente, pois como eles não conseguem focar uma imagem parada, o movimento ajuda a estimular sua visão pelos seus “raios infravermelhos”. Não precisa usar força para matar um pernilongo. Um golpe de travesseiro mata tanto quanto uma chinelada.
• Quando o pernilongo se aproxima, ele está sondando nosso corpo na procura da região mais quente e onde há pele descoberta.

Por que eles ficam dentro de casa e adoram nosso quarto?
Eles fogem de lugares excessivamente quentes e se protegem dentro de nossas casas. Por isso, os horários preferidos do ataque é ao entardecer e à noite.

Por que só sentimos o ataque do pernilongo após a picada?
O pernilongo-fêmea injeta várias substâncias em nossa pele, entre elas, anestésico e anticoagulante para impedir que nosso sangue coagule e desta forma, consiga sugá-lo. Sob o efeito desse anestésico não sentimos a picada. Porém, após alguns minutos nosso sistema imunológico desencadeia uma reação de defesa para combater a invasão dessas enzimas.

Quando a pessoa é mais sensível a alergias, a histamina liberada por nosso corpo se eleva na circulação sanguínea, deixando a pele vermelha, inchada e causando a coceira intensa. A coceira é de maior ou menor intensidade de acordo com a sensibilidade alérgica de cada pessoa.  Um anti-histamínico ajuda aliviar a coceira. Algumas pessoas nem coceira sentem.

Conteúdo do site Medicina Mitos e Verdades. Proibida reprodução total ou parcial sem o link original.
Clique no link azul e veja matérias relacionadas:
Alergia a picada de abelha
Picada de insetos, animais peçonhentos e reações alérgicas
Por que uma pessoa é alérgica?
Identifique a picada do mosquito da Dengue

Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial deste artigo sem citar a fonte com o link.

SUAS DÚVIDAS NO CONSULTÓRIO MÉDICO
Livro Medicina, Mitos e Verdades (Carla Leonel): capa dura, 800 páginas, perguntas e respostas em 22 especialidades médicas com os mais bem conceituados nomes da Medicina no Brasil. Best-Seller: mais de 300 mil cópias vendidas.
• PROMOÇÃO: Compre um e leve dois. Por apenas R$ 99,00 você recebe 2 livros iguais. Pagamento facilitado em até 10 X R$ 9,90 sem juros no cartão de crédito. O frete é por nossa conta. Válido apenas no Brasil e em um único endereço escolhido por você. Não perca esta oportunidade.
Clique neste link COMPRAR e saiba mais. A informação ajuda no diagnóstico precoce e pode salvar vidas.