NÃO CONFUNDA CANSAÇO COM FALTA DE AR

Qual a consequência do cansaço para os pulmões? O que caracteriza o cansaço?
O cansaço não afeta os pulmões. Normalmente, confunde-se cansaço com falta de ar, sendo muitas vezes difícil para os pacientes fazer essa diferenciação. Na verdade, o cansaço está relacionado ao organismo com um todo e ocorre, por exemplo, quando o indivíduo realiza um esforço exagerado para seu preparo físico. Resultado: a pessoa tem um aumento tanto da frequência respiratória (número de respirações por minuto), como também dos volumes pulmonares. Com o aumento da ventilação, os tecidos necessitam de uma oferta maior de oxigênio que dá a sensação de cansaço. Nessas circunstâncias, recomenda-se o repouso para reduzir as exigências de oxigênio do organismo, o que ajuda a readquirir, com maior rapidez, a condição basal normal.

Da mesma forma, o cansaço pode estar presente em diversas doenças que dificultam o transporte de oxigênio no sangue, como no caso das anemias, nas alterações hormonais, ou em patologias que sobrecarregam um ou mais órgãos provocando um gasto excessivo de energia para suprir o funcionamento adequado do organismo. Nestes casos se enquadram os problemas na tireoide, doenças cardíacas, renais e até gravidez, por exemplo. Clique nas palavras em azul para ler os artigos correspondentes as doenças assinaladas.

Qual a diferença de cansaço e falta de ar?
A falta de ar (nome técnico dispneia) é uma dificuldade respiratória devido as patologias relacionadas a fatores que impedem a ventilação adequada no sistema de transporte das vias aéreas. Costuma ocorrer por problemas relacionados aos pulmões ou em doenças respiratórias tais como: 
• Doenças que afetam os alvéolos (espécie de saquinhos de ar onde ocorre as trocas gasosas entre o ar respirado e o sangue) e dificulta as trocas gasosas (enfisemafibrose cística  - pneumonia);
• Doenças que prejudicam a movimentação do ar como nos casos de bronquite e asma, por exemplo. 
Vale dizer que algumas patologias manifestam-se com sintomas de cansaço e falta de ar por terem comprometimento em ambas funções. Palavras em azul são links que te direcionam ao assunto em questão. Clique nelas para ler o artigo correspondente completo.  Conheça as principais doenças que causam falta de ar

 Veja também matéria relacionada:
• Tipos e frequência de respiração

Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial deste artigo e/ou imagem sem citar a fonte com o link ativo. Direitos autorais protegidos pela lei.