Qualquer exercício realizado com prudência e cautela, sob orientação do médico ou de pessoas capacitadas, não deve causar prejuízos à saúde. Se o atleta optar por realizar exercícios de modo incorreto ou inadequado, pode experimentar problemas. O ortopedia Prof. Dr. Moisés Cohen cita como exemplo a tendinite (inflamação do tendão) no cotovelo dos tenistas (tênis elbow), lesões musculares dos corredores e até fraturas por estresse ou por fadiga.

Há um tipo de fratura causada por excesso de exercícios, que é formada de microfraturas no osso, que não são detectadas em radiografias, o que acaba por agravá-las. Nesse caso, há exames específicos - cintilografia óssea ou ressonância magnética - para identificar essas microfraturas.

E um alerta: pessoas com problemas no joelho não podem fazer exercícios forçados em mesa romana ou em bicicleta com banco baixo, pois agravam o quadro. A sobrecarga de peso e os movimentos anormais também causam prejuízos.

Os esportes praticados exclusivamente durante os fins de semana, como jogar futebol ou tênis muitas horas seguidas é extremamente prejudicial. Por falta de condicionamento físico dos praticantes, o exagero dos exercícios acaba oferecendo mais malefícios do que benefícios.

Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial deste artigo sem citar a fonte com o link.

SUAS DÚVIDAS NO CONSULTÓRIO MÉDICO
Livro Medicina, Mitos e Verdades (Carla Leonel): capa dura, 800 páginas, perguntas e respostas em 22 especialidades médicas com os mais bem conceituados nomes da Medicina no Brasil. Best-Seller: mais de 300 mil cópias vendidas.
• PROMOÇÃO: Compre um e leve dois. Por apenas R$ 99,00 você recebe 2 livros iguais. Pagamento facilitado em até 10 X R$ 9,90 sem juros no cartão de crédito. O frete é por nossa conta. Válido apenas no Brasil e em um único endereço escolhido por você. Não perca esta oportunidade.
Clique neste link COMPRAR e saiba mais. A informação ajuda no diagnóstico precoce e pode salvar vidas.