O QUE É POO?

Você já reparou que as mais belas estrelas de cinema tem cachos nas madeixas? Ondulado, encaracolado ou crespo, não importa a forma dos seus cachos. Orgulhe-se deles e aprenda a ousar com seu melhor estilo. 

Se você é escrava da chapinha ou progressiva, talvez, sua insatisfação de se ver ao natural é por não conseguir domar seus cachos e, por isso, você cria resistência em assumi-los.  

Mas já é hora de mudar seus conceitos. Basta ver que quem tem cabelo liso acaba aderindo ao babyliss. E é bom lembrar que cabelos lisos também não é sinônimo de beleza. Ou será que ninguém está satisfeito com o que tem?  Agora pare tudo e analise racionalmente: é a forma do seu cabelo que está gerando a insatisfação, ou a aparência dele?

A maior revolucionária e incentivadora para as cacheadas aceitarem, entenderem e domarem as madeixas é a americana Lorraine Masse, expert nesse quesito. Ela descobriu a fórmula de tratar e recuperar a beleza desses enroladinhos rebeldes, conquistou a indústria de produtos capilares, ganhando adeptas no mundo todo. 

A inovadora técnica No Poo 

No Poo, Low Poo e Light Poo, são termos em inglês, já usados nos rótulos dos produtos já fabricados no Brasil. Mas o que significa?

Poo vem da palavra shampoo. O processo que carrega o Poo no nome, tem como base evitar substâncias que ressecam o cabelo, como o sulfato e os petrolatos, comuns nas composições dos shampoos. Por isso acompanha as palavras no, low e light (sem ou com pouco shampoo). Formulados especialmente para cabelos crespos, é indicado também para pessoas com química ou cabelos secos. 

Por que os cabelos crespos são mais secos?

Por constituição natural, os cabelos cacheados são mais secos por terem menos glândulas sebáceas necessárias para a lubrificação natural. Falta de brilho também é uma das características do cabelo em espiral: por terem muitas curvas impede a entrada de luz que confere a luminosidade das madeixas. Por isso, o segredo para arrasar com seus cachos é eliminar produtos químicos que possam ressecar ainda mais os cabelos e hidratá-los com uma boa quantidade de condicionador da técnica Poo. E saiba: quanto mais fechado for o seu cacho, mais condicionador ele necessitará. 

AS SUBSTÂNCIAS PROIBIDAS: EVITE 

O inimigo número 1 é o sulfato.
O sulfato é uma espécie de detergente e o responsável pela produção de espuma.  Porém, sulfato no shampoo, não significa cabelos mais limpos. Significa apenas mais espuma. E espuma é apenas lindas bolhas de sabão. Pra piorar, é uma forte substância química que pode ressecar ainda mais os fios já que retira a oleosidade natural do cabelo. Portanto, você não estará tratando e sim, “destratando” a sua madeixa.

Shampoo sem sulfato não faz espuma, mas limpa de forma delicada e diferenciada, tratando os seus cachos. 

Se sulfato resseca, por que existe nos shampoos?

Sulfato é maléfico para qualquer tipo de cabelo seco.  Shampoos com sulfato podem ser usados em cabelos oleosos, pois equilibram a quantidade de sebo dos fios. Mesmo assim, deve ser usado com moderação pois o excesso poderá eliminar o brilho. Da mesma forma, o uso de shampoo no cabelo não deve ser repetido duas vezes na lavagem. Basta uma passada e uma boa massageada.   

Petrolatos

São substâncias insolúveis, ou seja, repelem o óleo e a água, encapando os fios do cabelo. Normalmente são usados para eliminar o frizz, proteger contra agressões térmicas ou realçar o brilho. Porém, servem apenas como uma maquiagem, conferindo beleza momentânea. A médio prazo, deixam as madeixas pesadas e podem entupir o folículo do cabelo. Caso não sejam totalmente eliminados na lavagem ainda evita a penetração de produtos de tratamento essenciais para a saúde do cabelo. 

Alguns tipos de silicones são solúveis em água e liberados para a Low Poo e No Poo: 

• PEG – modificado dimeticona, 

• Dimeticona-copoliol.

Se você já segue o tratamento No Poo não precisará de silicone. Para cabelo tratado e hidratado corretamente, não existe espaço para o frizz. 

Cachos rebeldes

Está liberado o uso de gel para modelar. Evite os que tenham álcool, silicone, parabenos e ftalatos na composição. 

Produtos para tratamento no, low e light Poo

• Para aderir a técnica NO (sem shampoo), LOW ou LIGHT (pouco shampoo) basta verificar no rótulo dos shampoos e condicionadores se existe a indicação de liberados para NO ou LOW POO.

• Também existe a versão 3 em 1 da linha LIGHT POO: em um mesmo produto você lava, condiciona e modela seus cachos. 

Mesmo que não contenha a indicação, você pode verificar no rótulo da embalagem a composição do produto: sem sulfato, petrolatos ou parabeno. 

• Shampoos e condicionadores botânicos normalmente fazem parte de tratamento de cabelos Low Poo.

Iniciado o tratamento, é só seguir na onda dos seus cachos. Conselho de Lorraine: “Alise o cabelo e talvez, seja feliz por um dia. Aprenda a amar e cuidar dos seus cachos e será feliz para o resto da vida”. 

Clique no link azul e leia artigos relacionados:

Passo a passo para deixar seus cabelos sedosos

Benefícios do D-Pantenol para os cabelos


Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial deste artigo e/ou imagem sem citar a fonte com o link ativo. Direitos autorais protegidos pela lei.