POR QUE NÃO CONSIGO ENGRAVIDAR?

A Organização Mundial de Saúde define que a gravidez deve ocorrer em até um ano, em casais com vida sexual regular e que não estejam usando nenhum método anticoncepcional. Não ocorrendo a gravidez, passa a existir a possibilidade de haver algum problema, e um especialista deve ser procurado. A questão é que muitos casais ficam extremamente aflitos e não esperam esse período. Dos casos de esterilidade, 40% são de causa masculina, 40% de causa feminina e 20% são de ambos. A cada ciclo menstrual, a gravidez espontânea tem 30% de chance de ocorrer.  A endometriose responde por até 60% dos casos de infertilidade nas mulheres, mas pode ser tratada. Problemas na tireoide também causam infertilidade. Vale lembrar que algumas doenças sexualmente transmissível (DST) não apresentam sintomas e causam infertilidade. A presença de miomas ou pólipos pode prejudicar a implantação do embrião e também são responsáveis por abortos. Clique no link azul e leia também: Causas e sintomas de gravidez nas trompas

Segundo o ginecologista Prof. Dr. Thomaz Gollop, autor do capítulo de genética e obstetrícia do livro Medicina Mitos e Verdades (Carla Leonel), a mulher que ovula com regularidade pode, teoricamente, engravidar todo mês. À medida que ela vai envelhecendo (acima dos 35 anos), a probabilidade de ter ovocitos de má qualidade aumenta, assim como se eleva o risco da perda gestacional. Isto não significa que a mulher depois dos 35 anos não possa engravidar quantas vezes quiser.

“A questão que deve ficar clara é que, depois dos 35 anos, aumenta a frequência de abortamentos espontâneos, assim como, decai, naturalmente, a fertilidade das mulheres. Mas há aí um cuidado a ser tomado. Muitos médicos alarmam desnecessariamente as pacientes que optam por uma gravidez mais tardia”, esclarece o médico.

No mundo todo, e também no Brasil, é cada vez maior o número de mulheres que resolvem engravidar depois dos 30 anos. Isso porque as mulheres, hoje, entraram maciçamente no mercado de trabalho e os segundos casamentos são muito frequentes. Portanto, é necessário não ter preconceitos. A gravidez depois dos 35 anos requer, sim, cuidados especiais, mas não deve ser desencorajada.

Há atualmente uma recomendação importante: mulheres que se aproximam dos 35 anos sem perspectivas de poderem engravidar, podem colher seus ovocitos e mantê-los congelados. Este é um recurso muito importante!

*Conteúdo do livro Medicina Mitos e Verdades (Carla Leonel). Médico responsável Prof. Dr. Thomaz Gollop. Capítulo de obstetrícia e ginecologia. Proibida reprodução sem citar a fonte com o link.

Palavras em azul são links que te direcionam ao assunto grifado. Clique nelas para ler. Veja também matéria relacionada:
Quantidade de esperma influencia na fertilidade
Causas e tratamento da Infertilidade Masculina
Causas da Infertilidade Feminina
Bebê de proveta: passo a passo da técnica de Fertilização in vitro  
Ultrassom na gravidez: o que o médico avalia. Posso fazer quantos eu quiser?

Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial deste artigo e/ou imagem sem citar a fonte com o link ativo. Direitos autorais protegidos pela lei.