FAZER EXERCÍCIO EM JEJUM QUEIMA MAIS CALORIAS?

Fazer exercícios em jejum facilita a queima calórica? Nenhum estudo conseguiu provar inteiramente que a efetividade do exercício para obter queima calórica é maior ou menor em algum horário determinado do dia. A queima de gordura ocorre na dependência da quantidade de energia que você consumiu e gastou ao longo do dia. Ou seja, depende do que você irá comer neste dia, da quantidade de exercícios praticados e do seu metabolismo. Em jejum, o corpo até usa mais gordura como combustível pois ele estará sem a glicose, mas se torna irrelevante dependendo dos seus hábitos durante este dia. Por isso, você também terá menos energia para a prática de atividades físicas, prejudicando seu rendimento e ainda podendo ter uma hipoglicemia. Além disso, os exercícios de musculação praticados jejum é um “tiro no próprio pé”. No lugar de ganhar a tão sonhada massa muscular, seu corpo irá perder massa, já que ele vai ter que tirar a energia do próprio músculo.

Já para as atividades aeróbicas e para quem quer emagrecer, esta é a melhor hora para as atividades físicas. Ao acordar, seu corpo usa uma porcentagem maior de gordura como energia pois sua reserva de carboidratos do dia anterior já está muito baixa. Porém, se seu café da manhã for rico em carboidratos, seu corpo irá queimar o seu café da manhã e não a gordura extra que você deseja. Coma pouco e opte por carboidratos integrais apenas para ter energia suficiente para a malhação.

Estudos também indicam que quem toma café da manhã consegue manter o peso e perdem mais gordura do que aqueles que se exercitam em jejum.

Dica importante: se você faz exercícios de musculação e atividades aeróbicas pela manhã, jamais deixe de se alimentar e faça primeiro os exercícios anaeróbicos: assim você irá usar a energia do café da manhã sem prejudicar seu ganho de massa muscular e quando iniciar os exercícios aeróbicos seu corpo já terá gasto muito dos carboidratos consumidos e irá queimar mais gordura.  

Quanto os adeptos da alimentação low carb é possível acelerar a perda de gordura do organismo, diminuindo as chances de se sentir fraco com a atividade física. Isso ocorre pelo estado de cetose que significa que a energia do seu corpo será originada de corpos cetônicos, proveniente da gordura da dieta ou da gordura do próprio corpo. 

Clique no link azul e leia artigos completares:
1. Porque os carboidratos engordam?  
2. Quer músculos definidos? Como proteínas

É verdade que somente depois de 20 minutos decorridos do exercício é que passamos a queimar as calorias?
Todos nós, quando praticamos alguma atividade física, queimamos inicialmente glicogênio e depois gordura. O glicogênio, que está presente no fígado e nos músculos, é o combustível utilizado pelo organismo para gerar energia. Embora ele seja mais facilmente queimado, é também mais facilmente reposto quando nos alimentamos. Não existe um método simples e prático em nosso meio que permita saber em qual momento estamos queimando um ou outro combustível, quando estamos fazendo exercícios.

Por outro lado, atribuir um número como 20 minutos seria generalizar demais. A questão é multifatorial, ou seja, depende de vários fatores como explicamos na questão anterior. Há pessoas que, após poucos minutos de exercício, já começam a queimar gordura. Alguns, porém, podem demorar mais que 30 minutos. Como regra prática, utiliza-se o conceito de que quanto mais tempo de atividade física tivermos, melhor será. Entretanto, se você tiver apenas 5 ou 10 minutos livres aproveite para se exercitar. É melhor se mexer um pouco do que usar a desculpa do "pouco tempo" e não se exercitar nada. Por menor que seja este tempo, ainda assim existe um benefício.

E quanto a frequência cardíaca? Por que dizem que é necessário se exercitar dentro do limite de 60% a 85% da frequência cardíaca máxima atingida no teste ergométrico para se conseguir queimar gordura? Na frequência normal não se obtém resultado?
Esta é uma questão ainda em debate. Em minha opinião, qualquer tipo de atividade física — inclusive a do cotidiano — contribui para ajudar na perda e na manutenção do peso. Evidentemente, quanto mais exercício, melhores os resultados. Mas para pessoas que não podem ou não gostam de atividade física o conselho é: mexam-se!

Beber bastante água ajuda no emagrecimento?
É outro mito. O corpo está submetido a uma regulação extremamente sensível, e bebemos a água necessária para a manutenção de uma concentração equilibrada de sais minerais no sangue. Não tem fundamento algum tal teoria. Por outro lado, a água gelada ajuda acelerar o metabolismo. Portanto, se você beber bastante água gelada, pode conseguir um bônus para o seu gasto energético 

Prof. Dr. Alfredo Halpern é autor do capítulo de endocrinologia do livro Medicina Mitos e Verdade (Carla Leonel). *Matéria do livro. Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial do artigo e/ou imagem sem citar como fonte o site com link ativo.

Clique nos links e leia mais artigos nas categorias de ENDOCRINOLOGIA e ESPORTE E SAÚDE DO ATLETA

Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial deste artigo e/ou imagem sem citar a fonte com o link ativo. Direitos autorais protegidos pela lei.