O que acontece com uma pessoa quando o nível da pressão arterial sistólica (a maior) fica próximo do nível da pressão diastólica (a menor)?
Essa é uma situação muito rara. Acontece em situações críticas, de falência do coração, e esses pacientes, com certeza, estão internados em hospitais. A proximidade nos valores das pressões sistólica e diastólica é relevante somente quando o paciente tem uma insuficiência cardíaca.

Excluindo o problema cardíaco, a proximidade nos valores das pressões pode acontecer durante uma cirurgia, devido às drogas usadas, que provocam dilatação nos vasos. E, mesmo assim, não causa problema, porque o anestesiologista utiliza-se de outras drogas para contrair os vasos. É um evento comum durante o ato cirúrgico.

Algumas vezes, entretanto, por consequência de uma desidratação intensa (vômitos e diarreia), a pressão sistólica pode baixar e se aproximar da diastólica. Nesses casos, além dos sintomas provocados pela desidratação, o paciente poderá ter tonturas e, eventualmente, lipotimia (desmaio) quando em posição ereta. O tratamento é repor o volume de água + eletrólitos (sódio, potássio, cloreto, cálcio, magnésio, fosfato, sulfato, bicabornato).

Muitas pessoas, eventualmente, têm a pressão 9 X 7, o que não significa motivo de preocupação. Há um falso conceito de que a proximidade represente patologia grave. Desde que isto ocorra em pessoas de coração normal, não é representativo. Quando a doença não é cardíaca, o fato de a pressão diastólica ser quase igual à sistólica não quer dizer absolutamente nada e, possivelmente, ela está sendo interpretada erroneamente. É importante lembrar que para medir a pressão é preciso saber fazê-lo pois caso não for feito corretamente, pode ocorrer erro nos valores descritos.

O aparelho para medir a pressão arterial a registra em milímetros de mercúrio. A pressão sistólica (a maior) significa a pressão exercida pelo coração em uma "batida", quando ele se contrai, impulsionando o sangue para o resto do corpo. A pressão diastólica (a menor) mede a resistência do vaso, na fase de relaxamento entre duas batidas.

Clique no link azul e leia matérias relacionadas:
Pressão alta tem sintomas?
Sinais vitais e alterações no pulso
Choque hipovolêmico: a pressão se torna demasiada baixa para manter a pessoa viva

Conteúdo do livro Medicina Mitos e Verdades (Carla Leonel). Proibida reprodução total ou parcial sem citar a fonte com link. Capítulo de Nefrologia. Médico responsável Prof. Dr. Emil Sabbaga: chefe de serviço de Transplantes de Órgãos no Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo e no Hospital Alemão Oswaldo Cruz; Professor Livre-Docente da Faculdade de Medicina — USP e da Disciplina de Nefrologia do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial deste artigo sem citar a fonte com o link.

SUAS DÚVIDAS NO CONSULTÓRIO MÉDICO
Livro Medicina, Mitos e Verdades (Carla Leonel): capa dura, 800 páginas, perguntas e respostas em 22 especialidades médicas com os mais bem conceituados nomes da Medicina no Brasil. Best-Seller: mais de 300 mil cópias vendidas.
• PROMOÇÃO: Compre um e leve dois. Por apenas R$ 99,00 você recebe 2 livros iguais. Pagamento facilitado em até 10 X R$ 9,90 sem juros no cartão de crédito. O frete é por nossa conta. Válido apenas no Brasil e em um único endereço escolhido por você. Não perca esta oportunidade.
Clique neste link COMPRAR e saiba mais. A informação ajuda no diagnóstico precoce e pode salvar vidas.